Notícias da Savills

Savills e JLL comercializam novo edifício adquirido pela Incus Capital

O número 51 da Rua Ramalho Ortigão é um imóvel de destaque no cenário dos edifícios de escritórios na zona da Praça de Espanha, tendo sido totalmente reabilitado entre 2018 e 2019.

A Savills Portugal e a JLL são mandatadas para a comercialização deste edifício, em regime de co-exclusividade.

Este edifício de escritórios, intitulado por RO51, foi adquirido pela Incus Capital ao Santander no início de 2022. Apesar de este edifício ter sofrido uma reabilitação recentemente, entre 2018 e 2019, o atual proprietário irá investir numa remodelação profunda das zonas comuns, com obra a cargo da Tétris Portugal e com o apoio da Savills para a certificação BREEAM. Esta obra considera novos espaços colaborativos e de lazer e em sustentabilidade, cumprindo as normas ESG com o objetivo de atingir a certificação BREEAM In-Use Excellent. Estes fatores conferem ao espaço vantagens competitivas, tornando-o ainda mais environmental friendly.

Situado numa zona central da cidade, num do principais hubs de transportes, onde se cruza o metro, o comboio e autocarros, o edifício é constituído por 10 pisos acima do solo, com áreas acima dos 1.200m2. Adicionalmente, o imóvel conta ainda com 296 lugares de estacionamento com possibilidade de carregamento elétrico.

No que respeita às principais caraterísticas do edifício, o espaço conta com uma excelente exposição solar devido à existência de janelas ao longo das duas fachadas. Com a recente reabilitação, o espaço dispõe de perfeitas condições e está disponível para entrada imediata. 

Está a ser projetado para o edifício um conjunto de amenities que vão complementar o espaço do escritório, como auditório/espaços multiusos, ginásio e várias zonas colaborativas.

Frederico Leitão de Sousa, Head of Corporate Solutions da Savills Portugal, refere que «é gratificante termos a oportunidade de comercializar o RO51 por ser um dos melhores edifícios de escritórios atualmente disponíveis no mercado, não só pela localização em que está inserido, mas principalmente pela qualidade do edifício. O RO51 vai corresponder às novas exigências dos tenants e colmatar a falta de oferta que existe hoje em dia no mercado de Lisboa. As certificações ESG que vai obter, os espaços verdes que o rodeiam, as amenities que irá oferecer dentro do edifício e a zona exterior criam as condições ideais para obtermos os melhores ocupantes para o nosso cliente.».

Sofia Tavares, Head of Office Leasing da JLL, considera que “há uma procura com necessidades imediatas por satisfazer e este é um dos imóveis que responderá melhor a estas empresas que não só querem um espaço de qualidade, como uma localização central, extremamente bem apoiada a nível de transportes públicos e de acessibilidades rodoviárias. Este edifício incorpora os mais elevados requisitos a nível de uma ocupação sustentável e pós-pandémica, disponibilizando áreas de grande dimensão por piso. É muito difícil encontrar oferta que reúna todos estes atributos e que esteja disponível de forma imediata. Não temos qualquer dúvida de que o ritmo de comercialização do RO51 será um sucesso”.

Recommended articles